quinta-feira, 26 de maio de 2011

Coluna Noivas em Coaching por Cláudia Puntel

Longe dos olhos, perto do coração.


Pior do que lidar com todas as questões difíceis do casamento é lidar além de tudo com um noivado a distância ou organizar a mudança pra uma vida em outra cidade ou pais.


A primeira coisa é o conflito entre a cabeça e o coração, entre “largar” a sua vida para ficar com uma outra pessoa.


Na tentativa de solucionar, ficamos numa lista de prós e contras intermináveis e que não irá terminar nunca mesmo... porque basta uma briguinha com o noivo para questionar se estaremos fazendo a coisa certa.


Então... Damos ouvidos para todas aquelas pessoas que acham que você é maluca de se arriscar nos dias de hoje a fazer isso.


Por outro lado aparece aquela vontade insuportável de ficar junto em um só lugar, acabar com aquela rotina de arruma a frasqueira e desarrumar a frasqueira, já que sem os cosméticos a gente não vive, não é mesmo!!! (RISOS)


Mas principalmente vontade de acabar com a dor da despedida, aquela sensação do dia de domingo ou segunda pela manhã de borocoxo.


A dica inicial é confiar no seu potencial e saber que quem você é e seus talentos estão na bagagem com ou sem cosméticos, mesmo de cara lavada você é a ultima água do deserto, tem qualidades incríveis que juntas Te tornam um espetáculo que pode ser encenado em qualquer lugar.


A dica número dois é trabalhar a sua autonomia.


Não quero ver você deixar de fazer coisas porque ele não vai chegar a tempo do trabalho, ou, porque você não sabe chegar, ou, porque não tem amigas no lugar.


E sabe por quê?


Porque você está num momento de desafio, que precisa criar suas pernas por mais ciúmes que cause nele.


Caso isso aconteça diga que é para o bem de vocês e que assim você vai ficar mais feliz, cobrar menos dele e trazer histórias para o jantar.


Então busque afinidades com a cidade nova, estabeleça uma rede social nem que seja entrando num curso de culinária, aula de dança, uma língua estrangeira, sorria para as futuras amigas, isso abre portas, entenda como funciona o transporte da cidade, treine dirigindo aos finais de semana. Que tal?


A ideia é que você continue existindo mesmo em um novo contexto, que seu coração possa ter os carinhos todos os dias, mas, sua cabeça também receba algo em troca e não seja deixada de lado.


Beijos Meninas


Claudia Puntel PS-Psicóloga e Coach de Noivas


claudia@noivasemcoaching.com.br

2 comentários:

criz mother of the bride disse...

muito interessante!! Parabéns1 bjsss

duda azevedo disse...

adorei o texto!! estou exatamente na mesma situação, vivendo esse conflito diariamente e prestes ate a adiantar o casamento..hehehhe
parabéns pelo texto! bjs